Terapia de Casal e Constelação: Conheça os Benefícios

Um Terapeuta de Casais é o profissional habilitado e experiente que acolhe casais que estejam passando por dificuldades de relacionamento. Mas que conscientes disso e compartilhando do pensamento de resgatar a união, procuram a ajuda por meio de um processo terapêutico que solucionem os seus problemas. Entenda como funciona a terapia de casal.

Como trabalha o terapeuta de casais

Esse profissional tem as características de ser um bom ouvinte, uma pessoa que procura ser livre de julgamentos e que conhece um processo terapêutico para ajudar a melhorar um relacionamento conjugal em conflito assim realizando a terapia de casal. Assim, por vezes, deve ser alguém casado, com uma boa união e que tenha a experiência de relacionamento suficiente para conhecer os principais problemas e conflitos que aparecem em um casamento ou união.

Particularmente, acredito que um Terapeuta de Casais se beneficia enormemente em utilizar a Constelação para tratar seus clientes. Estudar Constelação lhe trará os benefícios de compreender a origem dos problemas para melhor abordá-los. Dessa forma poderá trazer “luz” a problemas que parecem não ter solução.

O primeiro e mais importante dos benefícios de um Terapeuta de Casais estudar e poder constelar casais é que fará com que o próprio casal descubra que os problemas por quais passam, podem advir de desequilíbrio entre o dar e receber e de emaranhados de seus ascendentes e que possivelmente estejam representando problemas já antes vividos por algum parente, mesmo que não lembre disso ou não tenham o conhecimento sobre a vida de seus antepassados e, ao descobrir isso, terem a oportunidade de utilizar as Leis do Amor para desatarem esse emaranhado criado. Outro benefício para o Terapeuta é que poderá orientar o casal sobre como seguirem as Leis do Amor, nas situações futuras familiares. O casal tendo consciência em aplicar a ordem, o pertencimento e o equilíbrio na relação familiar.

Como é a terapia de casal

Como exemplos hipotéticos para constelar em uma atendimento de um Terapeuta de Casal, posso citar vários. Compulsão do marido por sexo com outras mulheres; esposa que apresenta vaginismo; marido que não consegue ficar dentro de casa com a família; esposa que tem a tendência a provocar brigas por motivos fúteis; marido que reverencia demasiadamente a sua mãe, em detrimento das qualidades da esposa; esposa que tem a tendência a beber demais em ocasiões de festa; etc.

Nesses exemplos hipotéticos, há componentes que não são compreensíveis ao casal, como irracionalidades, comportamentos mais fortes que o pensamento lógico que denotam influências de emaranhamentos que influenciam de forma inconsciente o comportamento de um dos cônjuges. Nesses casos hipotéticos apresentados, constelar o casal, verificando se há equilíbrio na doação e recebimento na interação do casal. Assim também representando seus pais, com o auxílio de participantes a serem escolhidos pelo casal. Em sequência, representando seus avós, bem como verificando se algum membro da família foi excluído ou que tenha cometido algo que envergonhasse ou desabonasse a família.

Vejo como uma excelente vertente de trabalho para um Terapeuta de Casais, trabalhar com a constelação familiar. Pois há um crescente aumento no número de divórcios. Principalmente com brigas, alienações parentais, o que causam novos emaranhamentos que seguirão modificando o comportamento de gerações futuras. Quanto mais separações entre casais que ocorrem com brigas, mais filhos, netos, bisnetos e por aí vai, sentiram os reflexos da DESORDEM, da falta de PERTENCIMENTO e do DESEQUILÍBRIO.

Conclusão

Isso pode crescer de forma exponencial, fazendo com que as relações entre casais, como as conhecemos atualmente, sofram uma ruptura tamanha. Semelhante ao que há no Japão, onde homens preferem casar com bonecas ou representações holográficas, virtuais. Ao invés de uma cônjuge real e mulheres japonesas que preferem trabalhar, à constituir uma família. O campo é vasto para esse trabalho com casais e, com certeza, será uma caminho que seguirei como terapeuta constelador.

Caso tenha achado o texto interessante, não se esqueça de compartilhar e deixar seu comentário. Para aprender mais sobre constelação, acesse o curso www.constelacaoclinica.com.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *