A constelação na vida de um terapeuta holístico

 

O terapeuta holístico tem várias funções. Porém, é Interessante antes de tudo evidenciar como chegamos ao tema constelação familiar. Ela me surgiu como um convite para participar de um encontro realizado para atendimento de um caso específico e ele precisava de pessoas para atuar como representantes.

Antes de tudo ele nos explicou, basicamente, do que se tratava. Além disso, falou um pouco sobre as teorias de Bert Hellinger e sobre o “campo morfogenético”. Imediatamente uma luz de alerta se acendeu em minha mente.

Embora, me considero uma curiosa, a menção da palavra campo me fez criar muitas associações. Principalmente devido à minha formação acadêmica em física.

Sendo assim, foi nesta mesma formação que me fez estudar muita coisa no campo da erroneamente. Ao meu ver, chamada de medicina alternativa. Termo que me causava um certo desconforto toda vez que ouvia alguém pronunciar.

Por isso, preparei este texto para que você possa entender como a Constelação é capaz de atuar na terapia holística. E ainda, como isso foi benéfico para mim. Continue lendo para saber tudo à respeito.

Como Conheci a Constelação

Pessoalmente sempre vi todas as disciplinas técnicas, como partes integrantes de um sistema maior. Como um daqueles diagramas de conjuntos que me foram apresentados no início de meus estudos da matemática. Cheios de intersecções.

Desta forma, sempre fui defensor do conceito fundamental do holismo, ou da integração. Da complementaridade das ciências para o correto entendimento do mundo em que vivemos e de seus habitantes humanos ou não.

Por isso, participei de uma terapia Constelatória. Lá, foi possível me entregar, buscando registrar com a maior riqueza de detalhes aquilo que acontecia. E deixando que, ao ser chamado para representar um papel de pai do constelado, as emoções fluíssem sem questionamentos.

Portanto, busquei a posição de observador do processo. Tudo isso sem me preocupar em descobrir no momento, de onde vinham os sentimentos que me tomavam dentro do quadro. Além da disposição espacial montada pelo condutor do experimento. Passamos a ser como um gravador ou filmadora. Apenas registrando para posterior análise.

Constelações e simpatias que o terapeuta holístico pode usar

A parte que mais nos chamou a atenção foi o fato de, sem conhecer antecipadamente informação alguma sobre o constelado e sua família. Emoções que não nos eram comuns surgiram e passaram a trazer um incômodo considerável em relação aos outros participantes. Assim como simpatias e necessidades em relação ao outros.

Fica então anotado em nossa lista de prioridades: “Está aí mais uma matéria ou campo que merece um estudo sério”. Mais ainda, que pode ser tornar uma ferramenta efetiva e exitosa no processo de tratamento daqueles que me procuram para atendimento.

Desde que comecei a estudar as formas de manipulação energética para conseguir o meu equilíbrio e, também, levá-lo a quem quer que precisasse, sempre estive aberto a novos conhecimentos de modo a buscar ao máximo a tal completude de que falei acima.

Percebi que embora todas as formas de tratamento visem o mesmo objetivo final, existem peculiaridades que fazem com que determinada abordagem seja mais adequada para um ou para outro caso.

Isto tem se confirmado na minha prática diária desde que resolvi, juntamente com minha esposa abrir um consultório para colocar em prática os conhecimentos que adquirimos.

Objetivo do terapeuta holístico:

O número de pessoas com conflitos internos, que levam inevitavelmente a reflexos no corpo físico tem aumentado consideravelmente, pelo menos entre os que nos procuram em busca de algum alívio.

Então, mesmo com alguma escassez de tempo, resolvi que é chegada a hora de me aprofundar nesse estudo para melhor atender.

A possibilidade de se abordar o universo da estrutura do campo energético familiar, retomando o equilíbrio baseado nas três leis propostas por Helllinger, hierarquia, pertencimento e equilíbrio, nos permite atingir pontos importantes das causas das perturbações geradoras de uma série de problemas que se encadeiam no assistido, importante para o terapeuta holístico. 

Minha observação nas constelações das quais participei mostrou-me a eficiência e eficácia do método.

Levando-me a considerar este método como indispensável a um terapeuta holístico que busque de fato ir às causas das dores enfrentadas por seus assistidos, que creio ser a única forma de resolver a contento problemas.

O artigo presente foi produzido por João Caputo de Oliveira, exclusivamente para o nosso Blog Empatia Humana.

Para compreender mais acesse: https://www.constelacaoclinica.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *