Reinventar-se: um ato de inovação

reinventar-se

Reinventar-se certamente é uma forma de inovação.

 

Inovação

Se inovar é em uma de tantas outras terminologias a busca por criar algo novo, que torne algo fácil de se realizar ou até mesmo melhorar o que já existe.

Agregando e tornando ágil e simples a sua execução, seja um remédio contra algum tipo de doença, programa de computador e ou aplicativos de internet.

Mas também é inovar a capacidade que temos de se reinventar , quando você como indivíduo ou profissional se vê em uma situação de obrigação, que também te estimula a criar alternativas diferentes ou melhores das que vinham sendo adotadas.

 

Curiosidade e experiência

Nas duas situações temos dois fatores iniciais diferentes, sendo a primeira a curiosidade e na segunda a experiência, mas em todas as duas a coragem ou ousadia de experimentar a diferença.

Todos os dias quando se busca a diferença ou fazer algo diferente podemos nos deparar com uma experiência positiva ou negativa.

 

Reinventar-se

Podemos dizer que em uma mesma inovação o profissional ou indivíduo tem que se reinventar a cada etapa do processo de criação.

Pois a busca do conhecimento incensante tem coleções de erros e acertos e é isto que torna o indivíduo um ser inovador.

Pois ele não terá medo de buscar o diferente ou desconhecido pois ele tem a certeza que acertando ou errando, de qualquer forma estará adquirindo uma experiência que o levará à alcançar o resultado final que deseja.

 

Cotidiano

Por muitas vezes no cotidiano mesmo nos deparamos com situações de difíceis resoluções, em que não estávamos planejando ou esperando que acontecesse.

Mas diante do problema temos duas opções, ignorar ou enfrentar e tentar resolver, não é mesmo?!

Assim são os pesquisadores e cientistas, mas em um nível de frequência dessa situação mais elevado e com maior nível de conhecimento e/ou conhecimento multidisciplinar.

Qual das duas atitudes acha que é de um perfil inovador?!

Claro, a de resolver. Logo, é assim na vida e nos negócios.

 

Reinventar para resolver

Para tentar resolver o problema, o indivíduo precisará ter um tipo de estímulo.

Seja a urgência e importância que tal fato tenha, a curiosidade de saber o que pode resultar se ele conseguir resolver e os benefícios que resolvendo esse problema acarretará na vida dele.

A final se der errado pelo menos ele tentou, mas não desistiu.

Mas se der certo, ah! se der certo, com certeza só acarretará em uma resposta positiva. Além de estimular ainda mais suas habilidades e descobertas de novas.

 

Reinventar nos hábitos

Mesmo que seja pequenos problemas ou tarefas diferentes a cada passo que resolvemos ou realizamos, reafirmamos no subconciente uma resposta positiva, adquirindo novas habilidades que com o tempo se tornarão hábitos.

Com por exemplo; ler, comer alimentos saudáveis, estudar uma língua diferente da sua, fazer academia e tantas outras tarefas que muitas vezes por ter crenças limitantes nos impedem de tentar buscar ou experimentar o novo.

 

Medo de arriscar

Se você tem medo de se arriscar, também terá medo de inovar, criar, fabricar, descobrir, fazer, buscar o novo ou diferente, você não vive.

O fato é, arrisca já é algo que vem de nossa natureza, diariamente somos colocados em frequentes circunstâncias de decisões, como está agora tomada, de escrever sobre esse assunto ou não.

 

Indo além

Inovar pode ser além de querer, também pode ser aceitar algo diferente e buscar conhecimento necessário na área para desenvolver.

Muitas pessoas são inovadoras porque decidiram ser e buscou meio para se tornar, outros por necessidade, pois não tinham meios usualmente convencionais e teve que buscar uma outra forma ou um outro tipo de saber.

 

O saber

Não tem necessidade ser expert em todos os tipos de assunto, mas saber um pouco de tudo também é importante.

Um pessoa que diz que tal assunto não a interessa porque ela não precisa saber porque não a afeta, modifica ou agrega nada a ela.

Ainda não entendeu que não existe apenas uma forma de saberem sua vida, e que todos os saberes são importantes, pois no decorrer da vida poderá até precisar.

 

Reinventar para adaptar-se

Como diria um ditado popular muito conhecido, “O se aprende no amor ou na dor”, tudo que te tira do caminho normal a ser seguido te transforma de alguma maneira.

Podemos citar um exemplo atual, como o cenário comercial que estamos vivendo nesse ano 2020 com o surgimento do novo coronavírus.

Muitos lojistas e fornecedores já sabia e até obtinham conhecimento sobre o e-commerce ou loja virtual, mas muitos ou mesmo milhares ainda não estavam adeptos.

Aí nos perguntamos, mas por quê?

 

O cenário

Porque talvez ainda não tinham precisado, questões de investimentos ou simplesmente não queria, mas a questão é que todos estão tendo que aprender ou adequar em uma nova maneira de atendimento ao cliente querendo ou não.

Mas isto também é inovação, estes lojistas estão vivenciando algo nunca experimentado e a cada dia buscando um diferencial constante.

Reinventando-se e sendo forçados a criar alternativas diferentes e novas habilidades que antes não tinha por comodidade, mecanização de um sistema adotado e também por não ter a necessidade.

 

O mundo está se reinventando

O novo é questionável, passível de erros e acertos, mas em inúmeras vezes é necessário.

Tudo a nossa volta está em constante transformação.

Até mesmo a natureza, o ser humano vem alterando tudo a sua volta com passar dos tempos, e com isso também vai se transformando os saberes.

Desenvolvendo novas tecnologias e suas facilitações de comunicação que melhoram o cenário, mas que sozinhas também não tem efeito algum.

 

Reinventar é preciso

É preciso se reinventar todos os dias até descobrir qual a sua melhor versão, que só será possível saber se tentar, independente de você profissional ou indivíduo.

Só evoluímos quando fazemos todos os dias algo diferente.

É preciso criar hábitos diferentes, colecionar experiências diferentes, conhecer pessoas, saberes diferentes do teu, ouvir mais, criar oportunidades não desculpas.

Se transformar, renovar, reciclar é preciso fazer a diferença!

 

Conhecer é o início

Mas para tudo isso acontecer é preciso acreditar.

Conhecer-se e obter a cada dia mais autoconhecimento, buscar conhecimento do que realmente você tem afinidade, ser íntegro e ter responsabilidade de assumir as consequências de suas decisões.

Arriscar no que você acredita não é errar, é simplesmente colocar em prática a inovação.

 

Esse texto sobre Reinventar-se: um ato de inovação foi criado por Gislaine Silva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *