Equilíbrio emocional em tempos de crise

encontrando equilíbrio emocional

Como manter o equilíbrio emocional em tempos de pandemias?

 

O equilíbrio emocional

De todas as situações que vem preocupando diversas pessoas de vários meios e crenças, um que está em grande destaque é:

Como manter o equilíbrio emocional em meio a uma pandemia?

Há autores que citam a palavra “equilíbrio” como algo que não existe, pois estamos em constante mudança.

Seja o material, o espiritual, o palpável e o não palpável, o visível e o não visível… sempre estamos em movimento. Nada é estático.

 

É possível encontrar o equilíbrio emocional?

Mas devemos sim, buscar estar sempre em constante procura de um meio termo, de um estado onde nos encontremos em paz (principalmente em tempos difíceis).

E como alcançar isso se há dezenas, ou até milhares de pessoas perdendo suas famílias, amigos, ao redor do mundo?

Como buscar o tão desejado equilíbrio?

 

A autoajuda

Às vezes parece difícil encontrar esta resposta, mas mesmo assim, devemos nos dedicar a encontrar nosso ponto de paz, dentro de nós mesmos.

Porque a vida, é assim. Somente nos curamos de dentro pra fora.

Somente curamos o outro quando estamos curados. Somente ajudamos o outro, quando nós ajudamos.

 

Primeiros passos para o equilíbrio emocional

Como queremos que nosso mundo, nossa casa, nossa família, ou até mesmo nossa saúde esteja equilibrada, se nós estamos quebramos por dentro?

A nossa vida sempre é o nosso reflexo interno.

Devemos nos consertar primeiro, para poder ajudar aos outros e principalmente ao nosso planeta.

 

Reflexões para o equilíbrio

  • E neste momento, paramos para refletir sobre “O que o universo está querendo me dizer com está pandemia?
  • Será que estou agindo mesmo de forma correta?
  • Será que a minha contribuição para o mundo é o que realmente eu trago como verdade para mim?
  • Será que não estou olhando demais para o meu próprio umbigo?
  • Será que dou amor suficiente aos meus entes queridos?”

 

O autoconhecimento na busca pelo equilíbrio

Enfim, diversos questionamentos estão sendo direcionados a nós, a todo momento, em meio ao que estamos passando.

Tudo isso para que possamos refletir e quem sabe mudar alguns aspectos que não nos fazem bem.

Pois quando direcionamos o cuidado ao nosso interno, primeiramente, com autoconhecimento e responsabilidade, melhoramos tudo a nossa volta. TUDO.

 

O (des) equilíbrio emocional

O nosso desequilíbrio emocional muitas vezes está ligado ao que “ingerimos”.

E não estou falando apenas de alimentos.

Sim, os alimentos são muito importantes para todas as nossas atividades vitais, mas também os demais alimentos que precisamos nos carregar.

E os mais importantes são: a ingestão de água, atividade física regular, uma boa noite de sono, exercícios de respiração, práticas de meditação, mantras, ler um bom livro, estar em contato com a natureza, animais, estar próximo de quem amamos, etc.

Além disso, evitar certas situações e pessoas também ajuda a manter nosso corpo e mente, limpos de “dejetos”.

 

Saindo da zona de conforto

Ou você acha que ficar sentado no sofá de casa, após realizar as atividades que listei acima, você estará bem emocionalmente?

Há muitos outros perigos por aí… a começar pelas notícias na televisão e jornais.

Sabemos que é importante estar antenada e atualizados do que está ocorrendo no mundo, mas não podemos nos deixar influenciar por tantas notícias ruins.

Elas se alimentam na nossa aura, e sendo assim, diminuem a nossa energia, da qual trabalhamos tanto para manter bem todos os dias.

Além disso, evitar pessoas negativas e que querem apenas “por lenha na fogueira” quando o assunto é política, poder, doença, critica e todo tipo de maldade que o ser humano faz e fala, também é um remédio contra este mal.

 

A auto sabotagem

Acreditem, as pessoas ao nosso redor, também podem se alimentar do nosso bem.

E como dizem por aí… “se custa a sua paz, é caro demais”.

Além disso, outro aliado/sabotador do nosso equilíbrio emocional são os nossos próprios pensamentos. Como assim, nossos próprios pensamentos podem nos sabotar???

Isso mesmo! Tudo, exatamente tudo que alimentamos, cresce, e com os nossos pensamentos não seria diferente.

 

Pensamentos e atrapalham o equilíbrio emocional

Se temos um predomínio de pensamentos ruins, de dor, sofrimento, perdas, doenças, etc, mais disso atraímos para nossa vida.

Quando mais pensarmos nessas situações, mais nos enfraquecemos, mais tristes ficamos, e com a tristeza o sentimento de impotência, mais dor, mais sofrimento, e então vira uma bola de neve.

 

A saúde mental em foco

Por este motivo que tudo que ingerimos no campo intelectual tem um peso muito grande sobre nossa vida (como havia citado acima sobre as notícias ruins).

Toda essa “lama” que estamos colocando pra dentro, não só do nosso corpo físico.

Como mental e espiritual, se não eliminado como por exemplo, realizando limpezas por meio de meditações, pode facilmente afetar os nossos chakras, ou centros energéticos.

Com todo esse lixo acumulado, nossos centros de energia não conseguem canalizar estas emoções e dores que se não eliminadas, podem nos causar até doenças graves.

 

O chackra

Um dos sintomas que vemos ocorrer comumente quando os nossos chakras são afetados, é a queda na nossa imunidade.

Esta consequência em tempos de pandemia, é um dos maiores temores da população.

Pois com nossa imunidade baixa, temos mais facilidade em entrar para as estatísticas de infectados.

Desta forma, é sempre importante manter, com as atividades sugeridas acima, o nosso equilíbrio energético também, para que, consequentemente, manteremos alinhada o nosso equilíbrio emocional.

 

O olhar para dentro de si

Acredito que você deve estar se perguntando:

Este texto não tinha a intenção de dar dicas de como mantemos o nosso equilíbrio emocional?

E foi falado basicamente sobre coisas “ruins” que fazemos para nós mesmos.

Pois é. Acredito que podemos ver nos nossos pontos fracos, nossos defeitos, para que olhando para eles, podemos mudar as nossas atitudes.

Os erros são importantes para a aprendizagem

Muitas vezes na vida, nossos maiores aprendizados são mais com nossos erros do que com nossos acertos.

E olhar para eles e aceitar que somos seres humanos, que erramos, que fazemos escolhas erradas.

Mas que mesmo assim, precisamos nos aceitar, é um ótimo passo para mudar tudo ao nosso redor.

 

A evolução como chave para o equilíbrio emocional

Em suma, acredito que a principal chave para manter o nosso equilíbrio emocional, seja sempre buscar melhorar, (para si e para outrem) evoluir cuidando sempre do nosso corpo físico, mente e espírito.

Mesmo que essas mudanças levem alguns anos, esta pandemia que estamos enfrentando.

Ela veio como porta para um novo mundo, onde devemos amar a nós mesmo e aprender a cuidar de tudo que está a nossa volta, seja da nossa energia ou da grande e majestosa energia universal.

 

 

Esse texto sobre Equilíbrio emocional em tempos de crise foi criado por Bruna Pilecco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *